Para satisfazer as expetativas dos consumidores online, as regras para uma boa otimização e usabilidade, no mundo digital, têm sofrido alterações. Os motores de pesquisa utilizam algoritmos para adaptar a maneira como mostram a informação que recolhem dos seus utilizadores. E os consumidores que já estão online por algum tempo, ou os que já nasceram nesta época de mudança, sabem exatamente a experiência de utilização que querem ter quando entram num website.

Embora as redes sociais sejam essenciais para uma presença digital eficaz, o website ainda é o elemento mais importante, criado para converter utilizadores em consumidores, gerar leads e, no caso do e-commerce, obter lucro diretamente dos produtos ou serviços comercializados no website.

Independentemente de como os utilizadores encontraram o website, seja através das redes sociais, pesquisa, referência ou acedido diretamente, têm certas expetativas quando interagem com ele. Uma boa acessibilidade, fácil leitura, conteúdos estruturados e organizados e com ligações entre os relacionados são algumas coisas que os utilizadores percebem quando entram num website. O objetivo é completar com sucesso e sem esforço a tarefa pela qual os levou àquele website. Com estes conceitos em mente, as empresas têm de adaptar os seus conteúdos a essa expetativa, tendo em conta “as normas” do algoritmo em vigor.

Por isso, é importante que haja uma combinação de princípios de usabilidade e search engine optimization (SEO), sendo que o foco em apenas um trará experiências menos agradáveis, tanto para o utilizador como para o negócio.

UX, usabilidade ou acessibilidade?

User Experience (UX) engloba as áreas de usabilidade, acessibilidade, mas também outras que incluem design, conteúdo e tudo o que contribui para uma boa experiência do utilizador, na interação com um produto, marca ou serviço. UX, por definição, é uma área que tenta entender os utilizadores, e tem como objetivo preencher as suas necessidades, sem confusão e esforço. Durante o processo, UX procura encontrar soluções para os problemas existentes ou futuros, tendo em conta as limitações do utilizador.

Um website com uma má usabilidade, pode fazer levar a que os utilizadores desistam de o usar e comecem a usar o site da concorrência. Assim, é importante não só garantir uma boa experiência de utilização, bem como garantir que o website cumpre alguns fatores heurísticos, para que faça aquilo que os utilizadores esperam que o website os ajude a fazer.

Acessibilidade significa que os conteúdos devem estar acessíveis universalmente a todos os utilizadores garantindo o acesso à informação, quer se use um portátil ou um smartphone, quer se navegue com o rato ou com o teclado, ou se tenha alguma limitação física.

O que têm em comum SEO e usabilidade?

O objetivo de qualquer negócio é gerar retorno. Independentemente da indústria, o objetivo do website é dar a conhecer o negócio e os seus valores, construir uma relação de confiança com o cliente, responder a questões, apresentar serviços ou vender produtos.

O negócio depende da sua presença digital e da otimização do seu website, para ter visitantes qualificados e aumentar as conversões. Isso significa maximizar a sua visibilidade nos motores de pesquisa, enquanto otimiza o seu website.

SEO é, maioritariamente, focado em elementos que ajudam a indexar, ao motor de pesquisa, cada elemento de arquitetura do website. Essa indexação permite que as páginas do site apareçam nos resultados das pesquisas e assim gerar visitas para o website. Falamos, por exemplo, de link building ou de otimização do conteúdo do website com palavras-chave específicas do negócio.

Usabilidade é focado na maneira como o design é implementado, que deve minimizar distrações e, consequentemente, aliado ao SEO, maximizar as conversões.

As visitas ao website tornam-se inúteis para o negócio se não forem de qualidade e, ao mesmo tempo, o design do website torna-se inútil se não houver visitantes para converter em clientes. Por isso, conjuntamente, SEO e usabilidade precisam de se focar nos utilizadores e nos objetivos de negócio, para que o website cumpra o seu propósito.

Boa usabilidade: o Google e o Facebook gostam disto.

SEO e usabilidade

Nas últimas atualizações do Google, o algoritmo foi alterado para dar prioridade a websites “responsivos”, ou seja, aqueles que se adaptam a qualquer resolução do dispositivo móvel, sejam portáteis, tablets ou smartphones. O tempo de abertura de uma página web é também valorizada, assim como a relevância do domínio e palavras-chave.

O Facebook também tem alterado o seu algoritmo para melhorar a experiência dos seus utilizadores. A mais recente atualização dá importância à velocidade dos websites cujas ligações são partilhadas nesta rede social. Na prática, websites que demoram muito tempo a abrir as páginas, aparecem menos no newsfeed do Facebook.

O facto destas duas empresas, que se tornaram imprescindíveis para o marketing devido à quantidade de utilizadores nelas presente, investirem em atualizarem os seus algoritmos desta forma, é uma prova da importância da experiência dos utilizadores para o mercado.

Tráfego orgânico ou pago?

Naturalmente, as campanhas pagas, aliadas a estas otimizações orgânicas, ajudam a dar a conhecer e alavancar o negócio.

O investimento em campanhas pode impulsionar os conteúdos produzidos no seu website. Ajuda a aumentar o alcance e visualizações, mas não só. Por isso, deve fazer uma combinação de SEO e usabilidade no website com campanhas pagas, seja nas redes sociais ou em motores de pesquisa como o Google, em que pode utilizar o Google Adwords.

Estes dois tipos de tráfego complementam-se e os resultados serão alcançados com mais eficácia se investir nos dois, tendo em conta alguns detalhes como, por exemplo, o facto do tráfego orgânico ter resultados a longo prazo enquanto as campanhas são imediatas.

Concluindo…

À primeira vista, SEO e usabilidade parecem ser tópicos muito distintos, sem qualquer relação entre si, mas juntos são essenciais para a eficácia de um website: SEO ajuda a que o website apareça primeiro nos motores de pesquisa, gerando mais visitas para o site, e usabilidade ajuda os utilizadores na sua navegação, proporcionando-lhes uma boa experiência e, do ponto de vista do negócio, os converta em clientes.

Apesar de cada um ter um papel importante em diferentes fases no funil de conversão, existem muitas maneiras de SEO e usabilidade se apoiarem mutuamente para evitar problemas e converter mais eficazmente.

Podemos ajudá-lo a definir e implementar a estratégia de SEO e melhorar a usabilidade do seu website –  contacte-nos.

 


 

Artigos relacionados:

Links, meu caro crawler

As Redes Sociais como Ferramenta de Negócio

Ainda não usa as redes sociais no seu processo de venda?